Category Archives: Crônicas Editoriais

Roteiro

Ele iria olhá-la em silêncio, ela iria até ele. Ela inclinaria a cabeça, abrindo-lhe a boca. Ele sentiria seu hálito quente e lhe esbarraria os lábios no caminho de alcançar seu pescoço. Lhe beijaria a parábola desde o lóbulo esquerdo, até a esquina de seus ombros, sentindo sua pele aveludada. Ela ofegante, fecharia os olhos. […]

As personagens de Helenna Castro nos conduzem

Há uma lição do contista uruguaio Horacio Quiroga, que descreveu como poucos o ambiente de Misiones, na fronteira da Argentina e Brasil: “Toma teus personagens pela mão e leva-os firmemente até o fim”. Isso talvez seja uma chave de leitura para entender a precisão de autores e permanência de trabalhos como de Poe, Tchekhov, Lygia […]

Epopeias contemporâneas: histórias dos povos

Como escrever um épico contemporâneo? No campo dos Estudos Literários, levantou-se uma hipótese, que permanece basilar para os debates sobre o gênero, de que a antiga epopeia, em verso, deu lugar ao moderno romance, em prosa. Passou-se das narrativas heroicas e coletivas; para as histórias cotidianas e individuais. O herói sofreu uma transformação e aposentou-se […]

Contos que se contam: densidade e evaporação na escrita metalinguística de Bruno Lima

No poema “A lição de poesia”, João Cabral de Melo Neto encena a “luta branca sobre o papel” (Melo Neto, 2020, p. 72) e manipula “as vinte palavras recolhidas/ nas águas salgadas do poeta” (Melo Neto, 2020, p. 73), a fim de, com o uso da metalinguagem, indicar o “funcionamento” da “máquina” de escrituração. “Densidade” […]